PROJETOS

Fertilizante sustentável: redução de gases de efeito estufa a partir dos fertilizantes nitrogenados

Aluna: Clara Andrade Prado Teixeira
Profª. Orientador(a): Sandra Maria Rudella Tonidandel
Profª Coorientador(a): Carolina Lavini Ramos

Ano: 2012

Premiações

1 lugar em Melhor Pôster MOP 2012

Descrição

         O óxido nitroso (N2O) é um gás com potencial de efeito estufa 200 vezes maior que o gás carbônico (CO2) e atualmente é a grande ameaça à sobrevivência no planeta. Sua maior fonte de emissão é a agricultura, pois desequilibramos o ciclo do nitrogênio com uso necessário dos fertilizantes. Nosso trabalho consiste em tentar diminuir a emissão de óxido nitroso para a atmosfera de maneira a tentar diminuir o problema do aquecimento global. Para isso, nosso projeto considerou a possibilidade de acrescentar bactérias que produzem a enzima redutase do óxido nitroso aos fertilizantes usados comumente na agricultura. Dessa forma, as bactérias entrarão no ciclo no ciclo do nitrogênio e, pela transformação do óxido nitroso, deverão reduzir as emissões desse gás para atmosfera, possibilitando um cultivo agrícola mais sustentável. Para isso, nossas pesquisas selecionaram bactérias que possuem essa enzima e, ao mesmo tempo, não produzem outras substâncias tóxicas ao ambiente e nem causam doenças aos seres humanos. Em seguida, fizemos as medições das emissões de óxido nitroso em uma plantação adubada de alface roxo, no cinturão verde, e através da cromatografia gasosa (CG) calculamos seus níveis em uma cultura mais desenvolvida e outra ainda em início de desenvolvimento. Para testar como as bactérias selecionadas utilizarão o óxido nitroso e calcular a diminuição desse gás numa plantação, construímos um protótipo capaz de medir o volume desse gás antes e depois da presença dessas bactérias serem inseridas no equipamento. Para as medições construímos duas câmaras para a coleta do gás e utilizamos oito seringas com tampa. Os testes ainda estão em andamento, não temos os resultados finais.